dezembro 06, 2008

Intuição feminina


Acabei de ter um sinal revelador de que a intuição feminina é mesmo uma especialidade do género em causa.
Quando a minha mulher me perguntou se queria acompanhá-la às compras, a minha filha, ao ver-me à procura de uma boa desculpa para me esquivar, veio em meu socorro dizendo:
- Oh pai, ela só quer o cartão multibanco, mais nada.
- Ah pois, aqui está.
E não é que ela tinha razão?
Ainda estou de boca aberta a pensar na clarividência e rapidez de raciocínio de uma menina de dez anos que viu mais longe e mais depressa do que eu com toda a minha experiência e intuição de que costumo orgulhar-me.

1 comentário:

aix disse...

Intuição, xeringaste bem, Zé. No fundo é o problema da compreensão da mensagem que tem mais a ver com a interpretação do que o que o emissor quiz dizer do que com o que disse. A minha mais velha também um dia me disse: pai, todos os da minha turma já têm um “spectrum” (foi o antecessor do Magalhães). Sabendo que não podia ser, em vez de lhe dizer “não estás a dizer a verdade “ lembrei-me de lhe dizer: “queres um computador, não é?”. Fez que sim com um sorriso. É a componente emotiva da nossa comunicação, que muitas vezes esquecemos. «A comunicação é a origem dos mal-entendidos», mas também é o que nos distingue de outras espécies. Por isso a grande oportunidade da tua posta.